Mini-guia Campeonato Brasileiro Série D - Londrina e J.Malucelli

O início da quarta edição do Campeonato Brasileiro da Série D aconteceu no último sábado (01), com 15 partidas na rodada de estreia. Ao todo são 40 clubes brigando por quatro vagas na Série C em 2014 e um calendário fixo para a próxima temporada, que renderá uma receita maior para o clube. Dentre as agremiações do campeonato, estão dois paranaenses: Londrina e J. Malucelli.

#ESPECIAL
Por Rafael Buiar

Dentre os 30 clubes que jogaram na rodada de abertura, apenas um time paranaense foi a campo, o “intruso da capital”, J. Malucelli, que empatou com a equipe do Lajeadense-RS, em 4 a 4, no Estádio Alviazul, no Rio Grande do Sul. O outro time do Paraná, Londrina, ‘folgou’ na abertura da competição e jogará pelo grupo A8 uma semana depois (8), contra o próprio Jotinha, no Estádio Janguito Malucelli, em Curitiba. As equipes paranaenses não são marinheiras de primeira viagem, pois ambas já disputaram Série D em 2009. O time do norte ficou na 10ª posição e o J.Malucelli, que disputou com outra alcunha, na época era chamado de Corinthians-PR, ficou em 14º na classificação geral. Neste ano, com a fórmula do campeonato diferente daquele ano, ambos terão que se preocupar com outros três clubes, para ir a fase seguinte. Lajeadense-RS, Botafogo-SP e o Metropolitano-SC são os primeiros adversários dos paranaenses.

A Serie D é dividida em oito grupos, cada um contém cinco times das demais regiões brasileiras. Depois de todos se confrontarem em partidas de ida e volta, somente as duas equipes que somaram o maior número de pontos de cada grupo, irão avançar para as oitavas de finais, que tem a previsão de acontecer no dia 1º de setembro. Na fase seguinte, caso os times paranaenses classifiquem, os adversários serão do grupo A7, que são: Juventude-RS, Penapolense-SP, Marcílio Dias-SC, Santo André-SP e Vila Nova-GO.

Os 1º adversários (Grupo A8) : O Lajeadense, time gaúcho de mais de 100 anos de fundação, ficou na segunda colocação do estadual, perdendo nos pênaltis para o ‘todo poderoso’ Internacional. A frente de times consagrados no cenário nacional, como Grêmio e Juventude. A outra equipe a constar no grupo A8, é de Santa Catarina, Metropolitano, quinto colocado no Catarinense 2013, já o Botafogo-SP, classificou ficando na sétima colocação do Campeonato Paulista, sendo eliminado por outra equipe do interior, Mogi Mirim, que no ano passado eliminou o Cianorte-PR. Confira abaixo o calendário completo dos times paranaenses na primeira fase.


Elenco: Os clubes paranaenses não terão muitas mudanças em relação aos times que jogaram o Campeonato Paranaense, no primeiro semestre. O Londrina, que foi campeão do Interior de 2013 será o mais modificado, caso confirme as contratações especuladas nas últimas semanas. Mesmo assim, estará na briga pelo acesso de uma das vagas. Já o Jotinha, perdeu o destaque do time no estadual, o atacante Potita, que se transferiu para o Bahia. Mas o time do Barigui contratou alguns jogadores, para ficar no mesmo pareô do time do Tubarão, que é um dos favoritos a conquista do Campeonato deste ano. Enquanto os adversários perderam de um a três jogadores que estavam entre os titulares nos estaduais, não mudaram os planos táticos dos atuais treinadores.

A caminhada para o acesso: Os campeonatos nacionais são marcados pela diversidade das regiões brasileiras, equipes de norte a sul. Claro que a Série D está incluída neste patamar. Por exemplo, só no grupo A8 são cinco clubes de quatro estados, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo e Paraná. As equipes paranaenses irão percorrer muitos quilômetros para jogar com seus adversários na primeira fase. O confronto entre o Londrina e J.Malucelli, válido pela segunda rodada da Serie D, que será no sábado(08), será a menor distância para ambos os times, aproximadamente 385 km. 

Para as outras cidades, o time do Londrina terá que percorrer 627 km para desafiar o Metropolitano-SC, no Estádio Monumental do Sesi. Descendo mais para o sul, o Tubarão irá confrontar com o time do Lajeadense-RS, no Estádio Alviazul, trajeto que é de 975 km da cidade de Londrina. Já na viagem para o interior paulista, em que o L.E.C enfrentará o Botafogo-SP, no Estádio Santa Cruz, o deslocamento será de 470 km. No total, a equipe do Tubarão irá percorrer 2.457 km. O caçula de Curitiba irá viajar menos que o clube do norte do estado do Paraná. A primeira viagem já aconteceu na rodada de estreia diante o Lajeadense-RS, em que o clube percorreu 719 km. Para as próximas rodadas, o J. Malucelli irá percorrer 700 km para desafiar o time paulista, Botafogo-SP, em Ribeirão Preto. Em distância menor, o J. Malucelli terá o caminho de 257 km para jogar contra o Metropolitano-SC, na última rodada da fase de grupos. O percurso total será de 2061 km na primeira fase.



Estádios - O Jotinha é conhecido no Brasil todo por ser o primeiro clube a ter um “Estádio Ecológico” no país, o Estádio Janguito Malucelli possui cerca de três mil lugares, mas com arquibancas tubulares, a capacidade aumenta para 10 mil. Já o Londrina, jogará no Estádio Municipal Jacy Scaff no popular, conhecido como Estádio do Café. O local tem capacidade para aproximadamente 40 mil lugares, e que foi construído às pressas para o Tubarão entrar no grupo de Elite do futebol brasileiro na década de 70.


__________________________________________
É autorizada a livre circulação dos conteúdos desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,
desde que citada a fonte.