Derby paranaense: o 'divisor de águas' de Paraná e Atlético-PR

A tarde ensolarada de inverno do dia 25 de agosto foi de clássico paranaense no antigo palco de Copa do Mundo, o Estádio Durival Britto e Silva. Paraná Clube e Atlético-PR duelaram para o primeiro confronto da série B em toda a história do clássico, jogo válido pela 19ª rodada do campeonato brasileiro série B.


#CRÔNICA                                                                                                  
Por Rafael Buiar

De princípio, o jogo foi de um time só, do Atlético-PR, que não se acanhou por ser visitante e jogou ofensivamente. Com isso, abriu o placar com uma cobrança de falta de João Paulo, ex jogador do Paraná. Isso explica a não comemoração do gol. Mas a torcida, sim, ela esteve presente no local, e por isso, soltou o grito. Após alguns minutos, o time rubro negro fez outro gol, na bela troca de passes de seus meio campistas, até  a conclusão de Pedro Botelho, que aumentou a diferença no placar, favorecendo o time visitante.


Até então, o Tricolor da Vila ficou sem forças ofensivas. Perdido em campo, o ataque do Paraná foi ineficiente e com baixo rendimento, não conseguiu sequer assustar o goleiro do Furacão. A torcida da casa tinha o volume maior nas arquibancadas. Porém, o maior volume de jogo, foi do time visitante. Mesmo com o apoio de aproximadamente nove mil torcedores tricolores e com o gol do lateral Paulo Henrique, do Paraná Clube, no final da primeira etapa.

O gol do time da casa no final do primeiro tempo poderia esquentar a segunda etapa, mas nada disso aconteceu. O Atlético-PR, com uma estrutura melhor em campo, manteve-se na frente do placar, e também esteve mais focado no restante da partida do que o próprio Paraná Clube. O jogo foi cadenciado até o apito do arbitro.

Portanto, o derby paranaense foi bem claro para os torcedores de ambos os times. O sonho do Furacão ainda é vivo, e, por sinal, muito vivo. Vitórias seguidas, bons jogos, e, claro, a torcida ao seu lado com os jogos em Curitiba, eu acredito que o time do delegado é favorito ao Acesso. Já o Paraná Clube, com baixo rendimento nas últimas partidas, deverá se lamentar. É triste que o desejo continuará em mais uma temporada. 


__________________________________________
É autorizada a livre circulação dos conteúdos desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,
desde que citada a fonte.