Patriotismo, sim. Mas por quê não, a bandeira do Estado do Paraná?


Em um Sábado 23 de Outubro de 2010, diante o confronto da série B do Campeonato Brasileiro,  com o clássico local de Curitiba, entre as agremiações de Coritiba e Paraná, no Estádio Couto Pereira. Teve uma excelente cena de patriotismo, de uma parte da torcida Alviverde. No momento do Hino nacional, pois foi cantando com muita vontade, fora da normalidade. Este fato, tirou a seguinte reflexão da minha cabeça.

Por Rafael Buiar


"Este ato, com toda a vontade, foi manifestando-se e proliferando quem estivesse do lado, podendo considerar o "efeito dominó" entre os torcedores. Deste modo, a torcida adversária foi ficando consciente e silenciosa, já que estavam fazendo seus 'gritos de guerra' no mesmo momento da execução do hino nacional. 

Mas, até ai tudo bem, enquanto o hino nacional vai sem problemas, "de vento e poupa", já que escolas "forçam" em seus ambientes de estudo e, também praticam a música de Francisco Manuel da Silva, provocando uma rotina. Assim, os alunos  obtém uma facilidade para cantar em qualquer evento, principalmente em ato esportivo, em que o orgulho brasileiro fica a flor da pele.

Hino do Paraná
No entanto, podemos ver que os torcedores do do Estado do Paraná, não vem obtendo o mesmo sucesso. Vejamos que a lei do hino do Paranáestá mais de um ano e ainda não pegou, pois muitos torcedores não sabem cantar o hino do estado do Paraná, será costume?

Escute o hino do PR
 
Bom, já se passou o tempo de acostumar-se nos jogos do estado do Paraná, pois, se não começar por nós, não teremos respeito lá fora e, nada melhor que darmos um ponta pé inicial. A música e composição é de Domingos Nascimento e Bruno Mossurunga. 



#PAGINA ANTERIOR
__________________________________________
É autorizada a livre circulação dos conteúdos desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,
desde que citada a fonte.