Planejamento para voos mais altos


Para esta temporada, a segunda na primeira divisão estadual, o FC Cascavel tenta trazer de volta as glórias do esporte para a cidade, que tem um título estadual, conquistado pelo Cascavel FC em 1980.

#PARANAENSE 2017
Por João Heim

O time manteve o treinador, Karmino Colombini, e ao lado de parceiros planejou a equipe para essa temporada. Segundo o próprio time, receberam visitas do prefeito e de dirigentes da Chapecoense para usarem o time do oeste catarinense como exemplo de crescimento para a cidade.

No elenco, muitas mudanças. Poucos nomes permaneceram no time que disputou o paranaense 2016. Como destaques, Sorbara e Léo Maringá. O restante do time é de jogadores na maioria jovens e não aproveitados por grandes clubes, buscando um espaço no futebol. 

A equipe está treinando e se preparando desde o meio de outubro segundo o presidente da equipe, Valdinei Silva. Dentre a preparação do time do FC Cascavel, a equipe do oeste do Paraná enfrentou duas equipes do interior paulista. Perdeu para o Votuporanguense por 3 a 1 e empatou com o Mirassol em 2 a 2. A estreia do FC Cascavel será em Curitiba, diante o J.Malucelli, no Estádio Janguito Malucelli. 


Time base: Darci; Jeferson, Edmílson, Raulin e Marco Thiago; Nathan, Léo Maringá, Henrique e Yago; Felipe e Wesley. Tec. Karmino Colombini.

Destaque: Léo Maringá - O meia experiente, um dos poucos remanescentes do campeonato passado, que já foi campeão estadual com o Londrina, tentará levar o time entre os primeiros para quem sabe a disputa da série D e Copa do Brasil.

Treinador:  Karmino Colombini - foi mantido no cargo pela diretoria do Cascavel, que aposta em um trabalho duradouro do comandante, que foi campeão goiano pelo Vila Nova e fez trabalho de destaque na base do Palmeiras na geração de Vagner Love. 

__________________________________________
DO RICO AO POBRE, O FUTEBOL SEM DIVISÃO